Governo municipal aumenta o número de atividades essenciais em decreto

Na noite de quarta-feira, 27, o Prefeito Renato Bravo se pronunciou, através de live nas redes sociais, sobre as medidas de flexibilização da economia na cidade. O decreto, nomeado como Plano do Retomada Gradual e Segura de Nova Friburgo, tem como previsão de abertura no dia 01 de junho.

O decreto foi publicado em Diário Oficial na tarde de ontem, quinta-feira, 28, e a partir da data, os setores administrativos, cumprindo as medidas de proteção e higiene, podem começar a se reorganizar e planejar a volta do funcionamento das indústrias.

As empresas devem trabalhar com 50% da mão de obra, de segunda a sexta-feira, tomando precauções quanto ao distanciamento entre equipamentos e pessoas. Os protocolos e medidas de higienização e saúde devem ser respeitados durante o período de expediente.

A Prefeitura vai continuar analisando a volta de outras atividades econômicas, levando em consideração o Pacto Social pela saúde e pela economia. Os critérios do plano são baseados nos índices de contaminados dos últimos sete dias, no número de leitos ocupados e classificados em faixas.

Ainda segundo o prefeito Renato Bravo, as medidas do Plano de Retomada Gradual e Segura não são permanentes. Caso haja um agravamento no quadro do coronavírus em Nova Friburgo, a cidade pode voltar ao período total de isolamento social.

Confira a lista atualizada com as atividades essenciais:

– Farmácias e Óticas;
– Hipermercados, supermercados, mercados, padarias, panificadoras, feiras
livres, açougues, peixarias, hortifrútis, quitandas e centros de abastecimento de alimentos;
– Assistência à saúde, incluídos os serviços médicos, hospitalares,
laboratoriais;
– Lojas de venda de água mineral, postos de combustível, transporte e entregas de carga em geral;
– Atividades e serviços de segurança pública e privada, inclusive os
estabelecimentos que comercializem e/ou prestem serviços de manutenção de equipamentos de segurança;
– Atividades de Defesa Civil e Assistência Social e atendimento à população
em estado de vulnerabilidade;
– Transporte intermunicipal e interestadual de passageiros, transporte por táxi e/ou por aplicativo;
– Serviços de fornecimento e tratamento de água e afastamento e tratamento de esgoto, recolhimento de lixo, serviços de energia elétrica e distribuição de gás;
– Serviços de Limpeza e Iluminação pública;
– Serviços funerários, vedada a aglomeração durante os velórios e
sepultamentos;
– Central de Monitoramento Nova Friburgo Cidade Inteligente;
– Inspeção de alimentos, produtos e derivados de origem animal e vegetal e
vigilância agropecuária;
– Serviços postais;
– Provedores, operadores e distribuidores de Internet, TVs a cabo,
telecomunicações e demais serviços audiovisuais;
– Produção, distribuição e comercialização de produtos de saúde, higiene,
gêneros alimentícios;
– Oficinas de Manutenção e Lojas de Peças de veículos;
– Lojas de Alimentação Animal, Produtos Agropecuários e Clínicas
Veterinárias;
– Estabelecimentos comerciais que comercializem embalagens e correlatos,
a funcionarão, prioritariamente na modalidade delivery;
– Estabelecimentos comerciais que comercializem insumos, matéria-prima,
materiais e congêneres para construção civil, funcionarão, preferencialmente na modalidade delivery;
– Estabelecimentos comerciais que comercializem produtos e materiais de
limpeza e higiene funcionarão, preferencialmente na modalidade delivery;
– Lavanderias;
– Loja de Manutenção de Aparelhos e Equipamentos de Telefonia Móvel
funcionarão, preferencialmente na modalidade delivery;
– Chaveiros;
– Lojas de Manutenção de equipamentos eletrônicos, elétricos e
eletrodomésticos funcionarão, preferencialmente, na modalidade delivery;
– Oficinas e manutenção de bicicletas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *