Casarão da Vila Amélia: o impasse continua

O Casarão centenário do bairro Vila Amélia está dando o que falar nos últimos anos. O prédio é patrimônio histórico municipal, tombado pela prefeitura em 2012. Mas os proprietários pelo local, a AFAPE, tenta destombar o prédio para que ele possa ser vendido.

A ação da entidade filantrópica contra o executivo foi aberta em março do ano passado, pedindo a anulação do tombamento do casarão. A AFAPE alega não ter dinheiro para a restauração e manutenção do prédio, por isso deseja vender o imóvel até mesmo para manter o funcionamento da instituição.

Nos últimos dias, a 1ª Vara Cível da comarca de Nova Friburgo proibiu o destombamento do imóvel. A decisão é liminar e foi concedida a pedido do Ministério Público Estadual, que move uma ação civil pública contra a AFAPE e Prefeitura por abandono do prédio.

O prédio foi por anos sede da Delegacia Civil do município, mas desde 2013 está vazio e abandonado. O imóvel é avaliado em R$3,5 milhões, mas está sendo negociado por apenas R$2 milhões. O valor recebido na venda do prédio teria como destino pagar as dívidas da Associação.

Deixe uma resposta