Colégio Municipal Odette Penna Muniz terá de ser desocupado

O Colégio Municipal Odette Penna Muniz será desocupado de seu prédio atual, após interdição da Defesa Civil, devido as condições precárias em que a unidade está, oferecendo risco para estudantes e professores, como noticiamos aqui, em nosso portal, no dia 30 de maio deste ano.

Na época, segundo a Prefeitura, a reforma da sede atual demandaria muito tempo e um alto custo para manutenção, já que o prédio se encontra ultrapassado de acordo com as regulamentações do Ministério da Educação. 

A secretaria tentou alugar o prédio da Universidade Cândido Mendes, porém sem sucesso. Uma reunião com o secretário de educação, Igor Pinto, membros do conselho e da comunidade escolar foi feita no final de maio, e foram apresentadas algumas sugestões de locais para transferir os alunos para que continuem o ano letivo enquanto o novo prédio não sai do papel.

O local escolhido para abrigar os estudantes foi o Colégio Estadual Jamil El-Jaick. O contrato assinado com o Governo do Estado é até o final de 2020, e ao todo, 12 salas do colégio foram disponibilizadas, no turno da tarde, e 8 à noite. Algumas turmas tiveram de ser enxugadas, pois só foi possível abrigar 3 de cada ano. Então, os 6º anos de 5, passaram a ter apenas 3 turmas. O mesmo foi feito com os 7º e 8º, que tinham 4 cada uma delas. Os turnos, que no Odette são apenas diurnos, passam a ser a tarde e a noite, no Jamil.

Com a mudança, muitos pais de alunos estão tirando seus filhos da escola, tendo em vista a dificuldade de levá-los até o novo prédio. Alguns também alegam que ficam preocupados pela localização do Jamil e pelo novo horário devido à mudança dos turnos.

Já outros alunos estão deixando a escola também motivados pela alteração no horário de estudo, já que fazem cursos, estágios e outras atividades. A falta de acessibilidade também fez com que alunos cadeirantes tivessem de ser transferidos à outras unidades, como o Colégio Municipal Demerval Barbosa Moreira.

A licitação para construir um novo prédio para abrigar a escola, está sendo tramitada, em caráter de urgência, e o terreno escolhido fica na Rua Prudente de Moraes ao lado de uma creche, no bairro Vila Nova. Porém, em nota, a Prefeitura informou que não há previsão para o início das obras.

Deixe uma resposta