“Combate à Poluição do Ar” é o tema escolhido para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente

“Combate à Poluição do Ar”. Esse é o tema escolhido pela ONU para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente em 2019. Comemorado nesta quarta-feira, 05 de junho, a data vem para conscientizar a população sobre a importância de preservar o nosso ecossistema. Mas será que temos motivos para celebrar e comemorar o dia?

De acordo com dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde, 9 em cada 10 pessoas estão expostas a altos níveis de poluição do ar, excedendo os limites considerados seguros pelo órgão. Dessa forma, os poluentes vem causando uma série de problemas no meio ambiente e é claro, na saúde humana.

Para se ter uma idéia, ainda de acordo com a OMS, atualmente 7 milhões de pessoas no mundo morrem em decorrência da poluição constante do ar. Somente no Brasil, mais de 100 mil pessoas são mortas em consequência do problema. Segundo o estudo feito pela Organização, a poluição do ar é a maior vilã, sendo responsável pela maioria dos óbitos (70.685). Logo atrás, vem a poluição no ambiente de trabalho, causada por fumo passivo (18.512 mortos), e até mesmo água (15.315 mortes) e solo (10.592) contaminados.

Ao contrário do que muitos pensam, a poluição do ar pode ser facilmente evitada. Entre os principais agentes responsáveis por poluir o meio ambiente estão os automóveis, que podem ser substituídos pela bicicleta, por exemplo.

Além do tema principal desse ano, é importante ficarmos atentos à outras questões ligadas ao meio ambiente, que também precisam de atenção. O uso inconsciente de produtos plásticos e os males que isso pode trazer aos seres vivos, foi o tema do ano passado, mas continua em alta e sendo frequentemente discutido.

Com tantas campanhas a favor da preservação ambiental, a Comissão do Meio Ambiente aprovou um Projeto de Lei em abril desse ano. No texto, ficam proibidas a fabricação, importação, distribuição e venda de sacolas e canudos plásticos, além do uso de microplástico em cosméticos. Para substituir os utensílios, será permitido o uso de produtos feitos com material integralmente biodegradável.

Propositada por Rodrigo Padula de Oliveira, o Projeto de Lei tem como principal objetivo diminuir o tempo de decomposição dos resíduos jogados no solo e no mar. O plástico derivado de petróleo, pode demorar mais de 300 anos para se decompor, causando a morte de animais marítimos e terrestres, provocadas pela ingestão dos produtos.

Para realmente celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente, cada pessoa deve fazer a sua parte e ajudar a combater um cenário que pode se tornar, em breve, irreversível. Portanto, hábitos saudáveis que fortaleçam a integração humana com o meio ambiente, são extremamente necessários e devem fazer a parte da rotina.

Maiara Gastin

Maiara faz parte da equipe de jornalismo da TV Zoom. Escreve sobre os mais variados temas para o site tvzoom.com.br.

Deixe uma resposta