Confira as dicas da agenda cultural na rede

Final de semana chagando e quem traz as dicas da agenda cultural para o seu fim de semana é a jornalista Scheila Santiago.

Confira:

Sexta-feira, 26, às 18h tem cortejo de Maracaju na Praça de Lumiar.

Quem quiser se apresentar para o evento, acontecerão duas oficinas gratuitas no Calu, que é o Centro de Artes de Lumiar. Uma acontece das 10h ao 12h e outra das 16h às 16h.

A oficina Escola as mãos de luz, localizada em Lumiar também promoverá de hoje até domingo o décimo primeiro “Encontro nossa cultura – da raiz ao fruto”

Na sexta, as atividades começam as 11h com “boi de luz” na praça de São Pedro e só termina as 19h com contação de história “Kanaíma”.

No sábado, às 9h30 tem oficina de culinária com coração de banana, terminando as atividades do dia com “carimbó”, com Bárbara Vento e grupo, isso às 16h30.

Já no domingo, último dia do evento, às 10h tem dança do pau-de-fita na feira Agroecológica Alumiar.

A oficina escola as mãos de luz fica no Vale dos Peões. E neste final de semana, tem muita coisa legal acontecendo lá. Está programada a vigésima quarta edição do arraiá da Villa Mozer, tradicional na região. O evento é regado a muita sanfonia, com direito a comidas típicas e bebidas.

Este ano, a festa começa às 16h. A entrada é franca e a classificação é livre.

Sábado, 27, acontece mais uma feira da gratidão a partir das 10h30 na praça Getúlio Vargas.

Doe algo ou nada, ou pegue algo ou nada. Os organizadores só sugerem que as doações estejam em boas condições, ainda que se trate de algo que não lhe sirva mais.

De 26 a 28 de julho acontece a tradicional festa de Banquete, pertinho de Bom Jardim.

Na sexta-feira, o evento começa às 19h. No sábado tem encontro de jipeiros a partir das 10h e no domingo, a festa começa com partida de futebol às 9h e às 18h tem “Histórias viajantes” com Marisa Maia.

Sexta-feira, às 20h, show de Cátia de França no palco montado no lago de Lumiar.

Nascida em João Pessoa, Paraíba, Cátia é cantora, compositora e multi instrumentista.

Em mais de 40 anos de carreira, gravou seis discos e se tornou uma lenda viva da música regional brasileira. Suas canções já foram gravadas por grandes nomes da MPB, como Elba Ramalho, Amelinha e Xangai, além de ter participado de festivais de música popular na década de 60.

E no sábado, no mesmo horário e local, show de Bento Guedes. Tendo a música mineira como uma de suas principais influências, ao lado do rock dos anos 60 e dos choros que o pai seresteiro compunha. Beto Guedes participou ativamente do clube da esquina, que projetou nacionalmente os compositores mineiros contemporâneos – de nascimento ou de coração – como Milton Nascimento, Lô Borges , Fernando Brant e o próprio Beto.

No período de 16 a 18 de agosto, no sítio Vale de Luz, localizado na fazenda da laje. Será realizado um “retiro de danças da paz universal” e práticas Sufi.

As atividades serão orientadas pelas mestras, Zelice Habiba Peixoto e Mônica Goberstein.

Os participantes poderão chegar no dia 15 a noite. E quem quiser participar somente um dia, no caso, no sábado, dia 17, basta entrar em contato com antecedência pelo número 22 998713177.

E para quem gosta de rock, o jovem Led Lemos está com uma página no facebook, onde divulga muitos trabalhos com músicas de primeira.

Deixe uma resposta