Conta de luz sofre reajuste de cobrança

Foi aprovado hoje o resultado do 5º ciclo de revisão tarifária da Energisa Nova Friburgo. Com essa mudança,  o efeito médio percebido pelo consumidor será de 4,95%, e passa a valer a partir de hoje.

Pelo cálculo da ANEEL, os clientes de baixa tensão (residencial e comercial) terão correção de 3,99% e alta tensão (indústrias), 9,40%. Simplificando, desse efeito médio que os consumidores da Energisa Nova Friburgo vão perceber: 4,16% é formado por custos de geração, transmissão e encargos setoriais responsáveis.

A parcela da distribuidora foi a de menor impacto, com 0,79% , abaixo da inflação do período. Isso reflete a gestão eficiente da Energisa , onde a própria ANEEL reconhece, devido os investimentos de R$ 47 milhões realizados nos últimos 5 anos.

Por Isabella Chaboudt.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *