Coronavírus: Estado anuncia nova remessa de doses; distribuição já acontece pelo RJ

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) iniciou nesta quarta-feira, 26, a entrega de mais 224.570 doses de vacina contra a Covid-19 no estado do Rio. Algumas doses vão ser destinadas para a segunda dose de gestantes e puérperas com comorbidades e outras para as primeiras doses do esquema vacinal. Nesta etapa, o Ministério da Saúde também destinou um quantitativo de doses para trabalhadores de transporte aéreo e portuários. A distribuição será concluída nesta quinta, dia 27, e segunda-feira, 31.

Segundo informações da SES, são 53.820 doses da Pfizer/Biontech para 20 municípios, 160.750 doses da Oxford/Astrazeneca para os 92 municípios do estado e 10 mil de CoronaVac, que será levada a 91 municípios, exceto a capital, para a segunda dose de gestantes e puérperas com comorbidades.

As vacinas da Pfizer/Biontech vão ser destinadas a imunizar o grupo prioritário formado por pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas com comorbidades e pessoas com deficiências permanentes. Já a Oxford/Astrazeneca, as vacinas serão para pessoas com comorbidades e deficiências permanentes; forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, além de trabalhadores de transporte aéreo e portuários.

Calendário Único de Vacinação

O Governo do Estado do Rio, ainda em nota, anunciou que o Rio passará a ter um calendário único de vacinação, com início definido para junho. Segundo o estado, esse calendário tem um objetivo de padronizar as ações de imunização. Além disso, dará mais tranquilidade à população, que saberá quando será vacinada. A iniciativa da SES foi feita com os 92 municípios do estado através de uma comissão e foi publicada no Diário Oficial de ontem. O calendário único irá começar com a vacinação dos grupos prioritários, conforme previsto pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), do Ministério da Saúde, e depois segue por faixa etária.

O que diz a Prefeitura

A TV Zoom entrou em contato com a Prefeitura de Nova Friburgo para se informar sobre o quantitativo de doses que a cidade irá receber e foi informado que a Secretaria Municipal de Saúde ainda não tem conhecimento de quantas doses vão ser destinadas ao município e que há uma equipe no aguardo dos imunizantes na cidade de Cordeiro. Sobre o Calendário Único, o governo municipal explica que Nova Friburgo só terá condições de aderir ao sistema se o Ministério da Saúde e o Governo do Estado garantirem o envio de doses para que seja cumprido o que estabelece o referido plano.

Por Luiz Marcelo Iezzi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *