Covid-19: terceira dose da vacina é confirmada para setembro e intervalo de doses diminui

O Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta quarta-feira, 25, que a terceira dose da vacina contra o novo coronavírus para dois públicos do grupo prioritário de vacinação estabelecido pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) já está confirmada para o próximo mês. Além disso, mudanças no intervalo entre doses também foram anunciadas.

Em pronunciamento, o responsável pela pasta da Saúde disse terceira dose da vacina já está confirmada para idosos com mais de 70 anos e para imunossuprimidos, que são pessoas portadoras de câncer, HIV e transplantados. A aplicação já começa no dia 15 de setembro, quando começará a distribuição dessas doses de reforço para todos os estados. Essa dose de reforço será feita pelo imunizante da Pfizer, contudo as vacinas da AstraZeneca e Janssen também poderão ser utilizadas.

A dose de reforço é indicada para os idosos que completaram o esquema vacinal há mais de seis meses. No caso dos imunossuprimidos, eles devem esperar 28 dias após a segunda dose. Vale ressaltar que o reforço vale para todos desses grupos citados e que tenham tomado qualquer vacina.

Ainda no dia 15 de setembro, uma nova determinação quanto ao intervalo entre doses irá começar a valer. A partir desta data, as vacinas da Pfizer e AstraZeneca começam a ser aplicadas 8 semanas após a primeira dose. Até o momento, para a segunda aplicação, são 12 semanas de intervalo.

A TV Zoom entrou em contato com a Prefeitura de Nova Friburgo para mais esclarecimentos sobre a dose de reforço e o novo intervalo de doses e fomos respondidos que a A Subsecretaria de Atenção Basica e a Coordenação de Imunização irão se reunir para definição do próximo calendário de vacinação da Covid-19, seguindo as notas técnicas enviadas pelo Governo do Estado e mediante o recebimento de novas doses.

Por Luiz Marcelo Iezzi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *