Eleitores com deficiência visual poderão ouvir o nome de seus candidatos na urna

A partir das próximas eleições, que acontecerão em novembro, os eleitores com deficiência visual poderão ouvir o nome de seus candidatos na urna após digitar o número correspondente.

Esse é um recurso de sintetização de voz, uma tecnologia que transforma texto em som e simula como se a máquina fizesse o papel de uma pessoa lendo o conteúdo de algum documento.

Até as últimas eleições, a urna emitia mensagens gravadas que indicavam ao eleitor, com esse tipo de deficiência, o número digitado, o cargo para o qual estava votando e as instruções sobre as teclas “Confirma”, “Corrige” e “Branco”. Eram mensagens pré-gravadas, instaladas no equipamento para melhorar a experiência desses votantes.

O deficiente visual deverá comunicar ao mesário de sua condição. Assim, a urna será habilitada e os fones de ouvido entregues, para que o voto continue secreto. Além disso, enquanto a votação não for iniciada, o eleitor terá a possibilidade de fazer a regulagem do áudio, sendo permitido aumentar ou diminuir o volume, para tornar a experiência de votar mais agradável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *