Estado: Pedro Fernandes é exonerado do cargo de Secretário de Educação

Após ter a prisão preventiva decretada pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, através da segunda fase da operação Catarata na última sexta-feira, 11, o governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), exonerou Pedro Fernandes do cargo de Secretário de Estado de Educação. A decisão foi tomada na tarde de ontem, 16.

O Governo do Estado do Rio de Janeiro publicou, pela manhã, na edição do Diário Oficial, um afastamento de 15 dias do secretário, devido o teste positivo para a Covid-19. Porém, durante a tarde de ontem, foi publicado uma edição extra do Diário Oficial, que constatava a exoneração de Pedro Fernandes.

O governador ainda alterou a pasta de mais duas secretarias do Estado, mas não divulgou um novo nome para a Educação. A expectativa é que Cláudio Castro indique um novo nome nos próximos dias.

Relembre o caso:

Pedro Fernandes, então Secretário de Educação, foi acusado de organização criminosa, fraudes licitatórias, peculato, corrupção ativa e corrupção passiva, lavagem de capitais, além de embaraçar investigação de organização criminosa. Fernandes vinha sendo investigado pelo MPRJ desde o ano passado, com o início da operação Catarata. Após a acusação ter provas de que o Secretário chefiava uma organização, o Ministério Público deferiu a prisão no dia 11 de setembro às 6h da manhã.

Imagens: (Reprodução/Governo do Estado do Rio de Janeiro).

Por Luiz Marcelo Iezzi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *