GeralÚLTIMAS

Homem é preso por suspeita de promover trabalho escravo em abatedouro clandestino de Nova Friburgo

Operação policial foi deflagrada após uma denúncia anônima feita ao Linha Verde

Na manhã da última quarta-feira, dia 3, uma operação coordenada pela Unidade de Policiamento Ambiental do Parque Estadual dos Três Picos resultou na prisão de um homem acusado de crimes ambientais e de manter ainda trabalhadores em condições análogas à escravidão, em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio de Janeiro.

A ação foi desencadeada após uma denúncia recebida pelo Linha Verde, um canal do Disque Denúncia voltado para crimes ambientais.

Os policiais foram até o bairro Alto do Catete, onde localizaram um abatedouro clandestino na Estrada Francisco Luiz Zebende, próximo à rua do Amparo, no Morro das Contas.

No local, foram apreendidos 29 porcos e entrevistado um trabalhador, que relatou condições precárias e falta de documentação legal para operação do estabelecimento.

QUER SABER MAIS NOTÍCIAS DE NOVA FRIBURGO? CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DE WHATSAPP

Após conduzirem o suspeito e a vítima à 151ª Delegacia de Polícia, o delegado responsável constatou que o proprietário não possuía autorização para o funcionamento do abatedouro, configurando crime ambiental conforme a lei 10.803/03, além de prática de trabalho análogo à escravidão.

Os porcos foram encaminhados ao Curral do Estado, em Tanguá.

Sobre o Linha Verde:

O Linha Verde, que funciona 24 horas por dia e sete dias por semana, é uma ferramenta fundamental para denúncias de crimes ambientais. A população pode contribuir anonimamente através dos telefones (21) 2253-1177 e 0300 253 1177, pelo aplicativo “Disque Denúncia RJ”, pelo site www.disquedenuncia.org.br, ou pela página no Facebook (www.facebook.com/linhaverdedd).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *