Horário de verão é extinguido por Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que extingue o Horário Brasileiro de Verão nesta quinta-feira, 25, em uma cerimônia no Palácio do Planalto.

A decisão já havia sido anunciada no último dia 4 de abril e teria sido feita após uma pesquisa realizada pelo Ministério de Minas e Energia que indicou que, além da queda da eficiência no racionamento de energia, 53% dos entrevistados não aprovam o horário de verão. O estudo, porém, não foi publicado.

Durante a reunião de hoje, Bolsonaro chegou a afirmar que ele mesmo não gosta do horário e que agora vai atender o pedido de 70% dos brasileiros que também são favoráveis ao término da proposta.

O horário brasileiro de verão entrou em vigor no fim de 1931 com o objetivo de economizar no consumo de energia elétrica durante o fim da primavera e o verão. Foi aplicado no país por 35 anos ininterruptos.

Desde 2010, o Brasil economizou cerca de R$ 1,6 bilhão por adotar o Horário de Verão, segundo um estudo também feito pelo Ministério de Minas e Energia.



Paula Winter

Paula é jornalista, apresentadora e chefe de reportagem do ZoomTV Jornal. Formada pela Universidade Estácio de Sá, trabalha há 6 anos na área. Já produziu o Programa Atual, exibido pelo SBT para 50 cidades do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta