GeralÚLTIMAS

Mãe de autista é ameaçada em Nova Friburgo por estacionar em vaga para pessoas com deficiência

Bilhete foi deixado em pára-brisa de veículo mesmo com cartão que identificava autismo

A mãe de um menino com Transtorno do Espectro Autista (TEA), de 8 anos, foi ameaçada com um bilhete deixado no pára-brisa do carro depois de estacionar em uma vaga destinada para pessoas com deficiência em Nova Friburgo. O bilhete dizia: “Vergonha! Seu filho não é deficiente! Te filmei! Vou publicar você! Não pare mais aqui!”. Além do autismo, que gera, por vezes, comportamentos repetitivos, dificuldade para interagir e para manter contato visual, a criança também tem a Síndrome de DiGeorge, reponsável por gerar um desenvolvimento abaixo do ideal de vários sistemas corporais.

A Lei 10.098/00, garante que 2% das vagas de estacionamentos sejam destinadas a pessoas portadoras de deficiência ou mobilidade reduzida. Além do mais, a Lei 10741/03 garante 5% a idosos. Entretanto, quem se encaixa nesses grupos não pode simplesmente estacionar nas vagas, é preciso uso de uma credencial específica. A mulher possuía essa identificação e, por isso, realizou um boletim de ocorrência na 151ª Delegacia Policial de Nova Friburgo. Já pelas câmeras de segurança presentes mo local od ocorrido, foi possível identificar o autor do bilhete.

Esse crime de intolerância, porém, ainda não é definido na legislação brasileira.

Por G1

Foto: Pablo Pais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *