Maioria dos participantes escolhem maio de 2021 para a realização do Enem 2020

Os estudantes inscritos no ENEM 2020, desde o começo da pandemia do novo coronavírus, vêm manifestando o descontentamento com a data da prova, que anteriormente seria: Enem impresso nos dias 1 e 8 de novembro e o exame na versão digital, nos dias 11 e 22 do mesmo mês. Com a questão do isolamento social que começou em março no Brasil, muitos alunos ficaram sem acesso às aulas e argumentaram que não seria uma disputa justa realizar o exame na mesma data com alunos que mesmo em quarentena, continuavam tendo aula.

No dia 19 de maio, por 75 votos a 1, o senado aprovou o adiamento do Enem, que posteriormente foi sancionado pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro. Mas o Ministério da Educação ainda precisava decidir quando as versões impressas e digitais do Enem 2020 seria realizado. Então, na página do portal do candidato, onde todos os inscritos ao exame possuem acesso, foi lançada uma enquete para decidir quando os estudantes preferiam realizar a prova.

As datas a serem escolhidas eram:
ENEM IMPRESSO: 6 E 13 DE DEZEMBRO DE 2020 / ENEM DIGITAL: 10 E 17 DE JANEIRO DE 2021

ENEM IMPRESSO: 10 E 17 DE JANEIRO DE 2021 / ENEM DIGITAL 24 E 31 DE JANEIRO DE 2021

ENEM IMPRESSO: 2 E 9 DE MAIO DE 2021 / ENEM DIGITAL 16 E 23 DE MAIO DE 2021

E os estudantes tiveram até o dia 30 de junho para votar.

Na tarde de ontem, 01, o Ministério da Educação revelou que, para 49,7% dos estudantes, o Enem impresso deve ser aplicado em 2 e 9 de maio de 2021 e o Enem digital em 16 e 23 de maio. Mas a data final ainda precisa ser debatida com entidades que representam as instituições de ensino superior e da educação básica.

Segundo o ministro interino da educação, as discussões para a nova data da realização do exame, envolverão instituições que reúnem secretários estaduais de educação, reitores de universidades federais e associações de ensino superior. “Não vamos implantar imediatamente em maio, não é isso. Nós agora precisamos trabalhar em articulação com os atores envolvidos nesse processo”, disse Paulo Voguel.
De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), é necessário encontrar um calendário que consiga combinar o final do ensino médio e o início do primeiro semestre de 2021 das instituições de ensino superior.
A expectativa é que em duas a três semanas seja possível definir a data final para a aplicação das provas do Enem 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *