Ministério Público apura possíveis irregularidades na vacinação contra Covid-19 em Nova Friburgo

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Nova Friburgo, instaurou um inquérito para apurar possíveis irregularidades durante a vacinação contra Covid-19 no Hospital Municipal Raul Sertã. 

O MP solicita que a prefeitura apresente, em um prazo de 15 dias, os dados relacionados à vacinação contra a Covid-19 na cidade, entre eles o cronograma de imunização do grupo prioritário de trabalhadores de saúde e o nome dos que já foram vacinados.

A instauração do processo se deu após denúncias feitas à entidade e levou em consideração a implantação do Sistema de Informação de Avaliação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI), em que deverão constar dados e o quantitativo da população vacinada contra a Covid-19. Além disso, o fato de que, possivelmente, a quantidade de doses recebidas na primeira remessa pelo município não será suficiente para a população-alvo desta etapa, sendo necessária a fiscalização do plano municipal e do Plano Nacional de Vacinação Contra a Covid-19, também foi analisado.

Em nota, a Prefeitura de Nova Friburgo informou que os dados sobre a vacinação estão sendo apurados e elaborados, e em breve serão divulgados

Por Juan Victor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *