MPT e MPE fazem operação no DETRAN de Nova Friburgo


O Ministério Público do Trabalho realizou na manhã desta segunda-feira, 18, uma nova vistoria no DETRAN de Nova Friburgo para investigar denúncias de assédio moral na unidade.

De acordo com o MPT, há uma semana foi aberto um inquérito para apurar a denúncia em que funcionários dizem estar sendo coagidos a pedir demissão ao invés de serem demitidos, perdendo assim seus direitos trabalhistas.

Para aprofundar o teor das investigações e recolher provas, o órgão montou um gabinete dentro do DETRAN para colher depoimentos dos funcionários. “Inicialmente há afirmações no sentido de que os trabalhadores só seriam contratados pela empresa que ganhou a nova licitação se pedissem demissão da empresa atual. Então são esses fatos, essas provas que estamos colhendo para tomar uma decisão no curso final da investigação”. Informou o Procurador do Mistério Público do Trabalho, Dr. Jefferson Luiz Maciel.

Na primeira vistoria na unidade, o MPT observou ainda algumas irregularidades no espaço em que o DETRAN funciona e nesta nova operação pediu uma inspeção do ambiente de trabalho, sendo diagnosticados alguns problemas. “Algumas coisas ligam o alerta em relação aos riscos que os trabalhadores aqui estão correndo, em sentido até de incêndio, de treinamento. Muitos não fizeram o exame admissional, isso é uma irregularidade. Então vamos analisar isso tudo depois da apresentação da documentação.” – Júlio César, auditor fiscal.

O órgão irá analisar ainda as documentações apresentadas pelo DETRAN e colher outros depoimentos para compor a investigação.

Bianca Chaboudet

Bianca faz parte da equipe de jornalismo da TV Zoom. Escreve sobre os mais variados temas para o site tvzoom.com.br.

Deixe uma resposta