Novo Enem: governo estuda mudanças no exame para 2024

O Conselho Nacional de Educação (CNE), em decisão tomada em conjunto com o governo federal, irá realizar alterações no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2024. O texto-base da mudança já tinha sido pré-aprovado em dezembro.

A nova cartilha do Enem está seguindo o novo ensino médio que irá se dividir pela área de conhecimento que o estudante escolher. Porém, as alterações devem ser feitas após o Inep definir matrizes que permitam as mudanças graduais. Mas o que pode mudar a partir de 2024 no exame?

Segundo as informações divulgadas, o exame vai ser dividido em duas etapas, uma por dia. A primeira será única e obrigatória para todos os estudantes com questões interdisciplinares que meçam a capacidade de raciocínio e argumentação do estudante, saindo do foco conteudista. Já a segunda etapa vai fazer uma referência aos itinerários formativos do novo ensino médio, com provas de quatro áreas. O aluno escolherá uma delas de acordo com o curso de ensino superior que quer fazer.

Além disso, o Enem terá questões discursivas. Além da redação que vai ser cobrada na primeira etapa do exame, questões discursivas devem passar a integrar o exame. Mas, ainda não se sabe quantos itens nessa forma vão ser cobrados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.