‘Operação Caixa de Areia 2’: Polícia Civil realiza ação em Nova Friburgo contra milicianos da Muzema

A Polícia Civil, por meio do Departamento-Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (DGCOR-LD), realizou na manhã desta quinta-feira, 28, a operação Caixa de Areia 2. O objetivo é de coibir a exploração ilegal de imóveis na Muzema, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Uma das apreensões aconteceu em Nova Friburgo.

A Operação

Segundo as informações da Polícia, a operação acontece em diferentes bairros da capital, como a Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Itanhangá, Copacabana, Tijuca, Penha, Freguesia; e no município de Nova Friburgo, região serrana do Rio de Janeiro. As investigações apontam que as empresas alvo da operação são utilizadas por supostos empresários do ramo imobiliário para lavagem de dinheiro do esquema criminoso.

Nova Friburgo no alvo!

Na manhã desta quinta, 28, a Polícia Civil foi até uma casa de luxo no bairro Cascatinha, em um mandado de busca e apreensão da operação. Nenhuma pessoa foi presa. A residência pertence aos chefes da milícia, que movimentam mais de R$100 milhões em esquemas fraudulentos.

Foco da ação

De acordo com os policiais, a ação tem um foco direcionado à obtenção de provas, a partir da apreensão de documentos, escrituras de imóveis, telefones celulares e demais aparelhos eletrônicos. A PCERJ ainda informou que o esquema conta com laranjas, empresas de fachada, tais como imobiliárias, construtoras, lojas de material de construção, açougues, entre outras.

Matéria em atualização

Por Luiz Marcelo Iezzi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.