“Para cobrar resposta do prefeito”: funcionários da Nova Faol protestam em frente a prefeitura

Funcionários da concessionária Nova Faol e representantes do Sindicado dos Rodoviários se reuniram na manhã de hoje, 26, na estação livre, de onde seguiram em passeata até a prefeitura de Nova Friburgo. Eles protestavam contra a atual situação do transporte na cidade e pediam uma resposta por parte do prefeito Johnny Maycon em relação ao futuro do serviço na cidade.

Na caminhada, que durou aproximadamente 40 minutos e contou também com uma carreata de ônibus da empresa, muitas pessoas carregavam cartazes que criticavam o desentendimento entre a concessionária e o município e mostravam preocupação com possíveis demissões no caso de não haver um acordo entre as partes.

Chegando à sede do governo municipal os manifestantes falaram em um carro de som, onde expuseram seus questionamentos ao governo municipal, porém não houve resposta por parte da prefeitura. O policiamento no local foi reforçado e o trânsito ficou engarrafado por conta do ato.

Segundo o diretor do Sindicato dos Rodoviários, Adegilson José da Silva, um documento foi enviado ao prefeito Johnny Maycon com os questionamentos da categoria e um pedido de reunião entre representantes do movimento e o município. O diretor ainda diz que se não houver uma resposta positiva do governo em um prazo de 48 a 72h, será instalada uma greve da categoria em Nova Friburgo.

Em nota, a prefeitura disse entender que não foi uma manifestação legítima dos funcionários, pois estavam inclusive usando bens patrimoniais da concessionária. Logo, ficou claro para o município que essa foi uma manifestação orquestrada pela própria empresa e não pelos trabalhadores.

Sobre a possível demissão dos empregados, o município afirmou que “tendo em vista a experiência dos funcionários em operar o transporte público em Nova Friburgo, empresa que vencer a nova licitação deve absorver grande parte do quadro funcional, podendo inclusive ser a própria Nova Farol a vencedora, caso apresente a melhor proposta.”

No mesmo informe, a prefeitura ainda disse que vai responsabilizar a concessionária pelos transtornos causados no trânsito na manhã de hoje e reforçou o compromisso de manter o serviço e não deixar a população desassistida no que diz respeito ao transporte público.

A prefeitura, no entanto, não nos respondeu sobre a previsão de data para uma nova licitação.

Por Juan Victor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *