Pela segunda semana seguida, setores econômicos protestam contra atos do governo municipal

Manifestantes se reuniram no início da noite de ontem, 13, em frente a prefeitura de Nova Friburgo para reivindicar o funcionamento de setores econômicos da cidade. Entre os que protestavam estavam representantes de bares, restaurantes, lojistas, moda íntima e comércio em geral.

Além de críticas ao rodízio de CNPJ´s, também houve questionamentos sobre os estabelecimentos que não podem funcionar nem com este revezamento.

Durante o protesto, carros que saíam da sede do governo municipal foram barrados por cerca de 100 manifestantes, eles pediam para que os motoristas baixassem os vidros para que fossem identificados. Alguns, mais exaltados, gritavam palavras de ordem contra o prefeito Johnny Maycon e esmurravam os veículos.

A esta altura, o policiamento já era reforçado no entorno da prefeitura. Os guardas municipais e policiais militares presentes no local tentavam controlar a multidão, que tomou conta de parte da Av. Alberto Braune, deixando o trânsito em apenas uma faixa. Não houve registro de confronto entre as partes.

Em nota enviada à nossa equipe, a prefeitura disse que o prefeito Johnny Maycon não estava no prédio no momento do protesto e repudiou os atos praticados pelos manifestantes. Confira a nota na íntegra:

“O prefeito Johnny Maycon cumpriu compromisso com Ministério Público desde a tarde de ontem, fora da sede da Prefeitura e, no momento do manifesto, não estava no prédio.

A Prefeitura de Nova Friburgo repudia os atos de hostilidade praticados contra servidores públicos municipais que saiam do expediente durante a manifestação. E reitera que o ato contrariou tanto o Decreto Municipal 953/2021, em seu Artigo 30, que trata de aglomerações, e também o Artigo 268 do Código Penal, afeto ao descumprimento de medidas sanitárias.”

Por Juan Victor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *