Prefeitura de Nova Friburgo anuncia novos equipamentos para combate à Covid-19

Nesta semana, a Prefeitura anunciou investimentos e doações no combate ao novo coronavírus para Nova Friburgo. Com 1.298 casos positivos na cidade, segundo o boletim de segunda-feira, 03, o governo do Estado fez parceria com o município para a expansão de leitos de UTI no Hospital Municipal Raul Sertã.

O governo municipal também informou que adquiriu oxímetros e recebeu mais alguns por doação através do projeto “Todos pelo Brasil”, do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS).

Sendo um equipamento muito importante para tratamento da Covid-19, o oxímetro mede o nível de saturação de oxigênio no sangue do paciente. Por isso, a prefeitura anunciou que compraria 35 equipamentos para o combate ao coronavírus. Através da doação do CONASEMS, o município ganhou mais 46 oxímetros, somando 81 aparelhos disponíveis na rede pública de saúde.

Segundo a subsecretária de Atenção Básica, Ariadina Heringer, os oxímetros já estão em uso nas unidades de atenção básica de Friburgo, como os Postos de Saúde, CAPS, Policlínicas, Unidades de Estratégia de Saúde da Família e está presente nas equipes do Programa Melhor em Casa. A subsecretária também afirmou que a ideia é prevenir a COVID-19 entre a população mais vulnerável, principalmente os idosos.

Outra medida anunciada pelo governo municipal, dessa vez, em parceria com o Estado foi a disponibilização de mais 10 leitos de UTI para o Hospital Municipal Raul Sertã, exclusivos para tratamento do novo coronavírus. Com o fechamento do Hospital de Campanha de Nova Friburgo, a Secretaria de Estado de Saúde anunciou que iria ampliar a quantidade de leitos no município. Antes, havia somente 10 leitos de terapia intensiva.

O Subsecretário Geral da Secretaria de Estado de Saúde, Gustavo Emilio Arcos Campos informou que, além dos 10 leitos para o município, equipes de profissionais da saúde serão destinados para o Hospital Raul Sertã, conforme o número de leitos que a instituição obtiver.

Por Luiz Marcelo Iezzi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *