Raio de Luar: sem sede, o futuro da agremiação é incerto

O Raio de Luar, agremiação da série A do Carnaval de Nova Friburgo, passa por uma situação incerta quanto à continuidade do seu trabalho, que já dura 51 anos na cidade. O diretor musical da escola, Guto Intérprete, falou com a TV Zoom sobre as perspectivas da direção e da comunidade carnavalesca.

Na última sexta-feira, 12, em entrevista concedida ao Zoom TV Jornal, Guto esclareceu que a agremiação foi alvo de uma injustiça ao tornar-se réu em um processo.

– A nossa situação é crítica. A gente tá lutando pela sobrevivência do Raio de Luar. Hoje, ela se encontra no pior momento de sua história, né? Nós nos encontramos hoje sem sede e sem uma perspectiva de solução que vem de um processo que o Raio de Luar nem era pra ter sido réu. – disse Guto.

Futuro Ameaçado

Na época do ocorrido, o Zoom TV Jornal procurou pelo dono do terreno, mas quem falou com a equipe foi o filho do proprietário. Desde então, solicitamos um posicionamento sobre o processo, mas até o momento, nenhum esclarecimento nos foi enviado. E por outro lado, temos um risco: o encerramento das atividades do Raio de Luar.

– A participação do Raio de Luar no Carnaval 2022 vai ser de suma importância para a sua história. Porque caso ela [a agremiação] não participe do Carnaval, as chances de encerrar suas atividades são gigantescas. – esclarece o diretor musical

Alegorias sem sede

Os friburguenses que passam pelo bairro Duas Pedras, próximo a Rodoviária Norte, podem observar que dois carros alegóricos estão na rua, devido a falta de um espaço. Em nome da escola, Guto diz que as alegorias não estão na rua por vontade da diretoria, mas por necessidade.

Carnaval 2022

– Nós não temos nenhuma posição. O máximo que foi feito até agora foi a sessão do ginásio [de Duas Pedras]… porém, a gente precisa de uma posição em relação ao espaço para que a gente possa, de fato, colocar o nosso Carnaval na rua.

Por Luiz Marcelo Iezzi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *