Sem horário de verão, relógios confundem os brasileiros

O horário brasileiro de verão começaria na madrugada do último domingo, 20. Dessa vez, nem adiantar, nem atrasar o relógio em uma hora. O final de semana foi atípico para a população que, gostando ou não, já estava acostumada a mudar os ponteiros.

O assunto foi parar na lista dos tópicos mais comentados no Brasil nas redes sociais. Alguns lamentando, outros comemorando, mas todo mundo em dúvida de “que horas são?”.

A confusão já era esperada pelas empresas que comandam os computadores e smartphones. Os usuários de Android, por exemplo, já tinham sido notificados na última sexta-feira, 18, pela Google. Mesmo assim, muita gente foi atingida pela mudança.

“O meu relógio mudou, a sorte é que eu levanto cedo e não deu pra eu perder a hora, mas vi muita gente que perdeu (a hora)”, disse o comerciante Mário, no Paissandu.

Essa é a primeira vez, depois de 34 anos ininterruptos, que o Brasil não vai ter horário de verão. Em abril, o presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que extinguia a iniciativa, dividindo a opinião dos brasileiros.

No ano passado, o ex-presidente Michel Temer cogitou a suspender o horário de verão, mas o decreto, na verdade, só adiou o seu início a pedido do Tribunal Superior Eleitoral devido ao segundo turno das eleições e a demora na apuração dos votos nas regiões do país que não adotam a medida.

O horário alternativo foi criado para aproveitar os dias mais longos da estação e assim reduzir os gastos de energia. Porém, nos últimos anos, o padrão de consumo do país foi mudando. O Ministério de Minas e Energia disse que os estudos começaram a apontar que a medida não era mais tão efetiva.

No restante do mundo, cerca de 70 países ainda adotam o horário de verão.

Foto: Agência Brasil

One thought on “Sem horário de verão, relógios confundem os brasileiros

  • 27/10/2019 em 08:12
    Permalink

    Sera que os 70 paises estao certo oy errados. Ou sao comportamentos diferentes ?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *