Vacinação contra a gripe deve ser normalizada na terça-feira

A prefeitura informou nesta segunda-feira, 03, que os postos de saúde ainda não tem vacina contra a gripe, mas que a vacinação deve ser normalizada nesta terça-feira, 04. Uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde foi hoje até a capital para buscar as doses disponibilizadas pela Secretaria Estadual de Saúde, que serão exclusivamente destinadas ao público-alvo da campanha.

Desde o final da semana passada os estoques da vacina contra a gripe estão zerados. Segundo o município, as doses acabaram devido a grande procura pela imunização após a morte de um idoso por gripe H1N1, no mês passado, e como a secretaria de saúde estadual e municipal não esperavam esse aumento, as doses não conseguiram atender a demanda.

De acordo com o executivo, desde quinta-feira, 30, o município vem tentando uma nova remessa de vacinas com o Governo do Estado, que até sexta-feira também não havia recebido o carregamento.

PRORROGAÇÃO DA CAMPANHA

O Rio de Janeiro ainda não conseguiu atingir a meta de vacinação e, por isso, precisou prorrogar a campanha até o dia 15 de junho. O alongamento do prazo foi feito pelo Ministério da Saúde, e o Estado é o único do Brasil que estendeu a campanha.

O objetivo era vacinar 90% do público-alvo e até o momento só 60% dessas pessoas foram vacinadas. Com isso, a imunização continua exclusiva para as pessoas que fazem parte de um dos quadros do grupo-alvo da campanha.

A Secretaria Estadual de Saúde, informou que, caso haja estoque disponível, a população fora do público-alvo poderá ser vacinada após o dia 15 de junho.

Por enquanto devem se vacinar: crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), idosos, gestantes e mães com até 45 dias após o parto. Além desses, a vacina está disponível a jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativa e população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, independentemente da idade. A vacina também está sendo ofertada aos professores das escolas públicas e privadas, além de policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

Bianca Chaboudet

Bianca faz parte da equipe de jornalismo da TV Zoom. Escreve sobre os mais variados temas para o site tvzoom.com.br.

Deixe uma resposta