Vigilância Sanitária de Nova Friburgo recolhe material irregular para consumo

A Secretaria de Saúde, por meio da Subsecretaria de Vigilância em Saúde e da Vigilância Sanitária, apreendeu 20.656 unidades de água de 500 mililitros da empresa ‘’UAI’’, sediada no Espírito Santo. O material foi encaminhado para ser analisado no Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutens (Lacen), no Rio de Janeiro.

Feita a análise, foi constatada a presença de substâncias que prejudicam a saúde, como pseudomonas e coliformes fecais, bactérias que causam infecções e doenças intestinais e renais. Para uma água mineral natural ser considerada “limpa”, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estabelece que o material deva ser totalmente livre desses micro-organismos, por representarem riscos à saúde. Além desses problemas, foi identificada a presença de mais uma bactéria não listada na instrução normativa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), indicando falhas nas boas práticas de fabricação.

A Secretária de Saúde, Nicole Cipriano, ressaltou que é de extrema importância ações como essa para melhorar o condicionamento de vida da população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *