ACIANF manifesta preocupação com o cenário do município e pede que estabelecimentos cumpram as restrições vigentes na cidade

A Associação Comercial Industrial e Agrícola de Nova Friburgo (ACIANF), em carta enviada a seus associados, expressou preocupação com o momento crítico que a cidade atravessa nos campos da saúde e da economia em geral. 

Segundo o documento, a entidade foi protagonista de diversos diálogos com o poder executivo desde o início da pandemia, visando chegar a um consenso sobre o funcionamento das atividades econômicas no município sem abrir mão de todos os protocolos sanitários de enfrentamento ao novo Coronavírus. 

Na carta, a ACIANF diz que os impactos de um “lockdown” em cidades do Brasil e do mundo têm sido devastadores no ponto de vista econômico e mantém um constante contato com o Comitê Operativo de Emergência em Saúde (COE), a fim de propor soluções menos rígidas do que uma paralisação total das atividades.  “Temos sugeridas medidas não tão radicais que antecipassem o lockdown, tais como, diminuição da circulação das pessoas pelas ruas, o que aumentaria a taxa de isolamento e diminuiria sensivelmente o número de infectados; fechamento de espaços públicos; instituição do rodízio de CPF para acesso aos estabelecimentos, à semelhança do vizinho município de Teresópolis;…” Diz um trecho da carta.

Por fim, o documento reafirma aos seus associados a necessidade de cumprir as restrições de 7 dias corretamente, para que se possa contribuir para a diminuição na circulação de pessoas pela cidade e a consequente pressão no sistema de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *