Marlon Moraes vence José Aldo por decisão dos juízes no UFC 245

Em uma luta com torcida dividida dos brasileiros, o friburguense Marlon Moraes levou a melhor sobre José Aldo. Os compatriotas se enfrentaram pelo UFC 245, em Las Vegas, e por decisão dos juízes, Magic saiu com a vitória.

A luta foi bem acirrada. No primeiro round, Marlon tentava os chutes altos, sua especialidade, contra Aldo, que mantinha a guarda na altura do rosto. Na curta distância os lutadores trocaram alguns socos, e no final do assalto, quando Aldo acelerou o ritmo e encurralou Marlon na grade, o friburguense conseguiu derrubar o adversário, ficando por cima até o juiz encerrar a primeira etapa do duelo.

No segundo assalto deu José Aldo. O lutador conseguiu acertar mais golpes em Marlon, que não deixou de contra-atacar. Mas sem finalizações ou nocautes, foi preciso um último round para decidir o vencedor do combate, e foi aí que surgiram as dúvidas do público.

O assalto começou com os lutadores se abraçando no centro do octógono, o que mostrou o respeito entre ambos os atletas, mas assim que foi autorizada a luta, haviam dois adversários buscando a vitória. Aldo continuou indo ao ataque, mas Marlon tinha velocidade, e contra-atacava com precisão. O friburguense tentou novamente os chutes altos e rodados, mas Aldo ainda tinha a guarda alta, e tentava algumas joelhadas, também sem sucesso.

No fim da luta, Aldo e Marlon comemoram como se houvessem vencido o duelo, mas foi Bruce Buffer que anunciou a decisão dos juízes; favorável ao friburguense. Com o anúncio de Magic como vencedor, houve vaia do público.

Em entrevista ainda no octógono, Marlon disse que Aldo foi o lutador da pressão, e que por isso os torcedores acreditaram que a luta seria dele, mas que seus golpes conectaram mais, e por isso sua pontuação foi melhor. O friburguense ainda reforçou que foi uma luta acirrada, e que caso Aldo queira revanche ele está preparado para encará-lo novamente.

Imagem: UFC Brasil

Imagens: UFC Brasil

Deixe uma resposta