Parque Maria Teresa recebe obras de contenção

As obras de contenção no Parque Maria Teresa, tiveram início nesta segunda-feira, 01.

Depois de tantos pedidos e apelos da população do bairro, uma Audiência Pública, propositada pelo vereador Johnny Maycon, foi realizada na última sexta-feira, 29, para debater o projeto de obra.

Até que a construção finalmente acontecesse e saísse do papel, o senhor Vitorino Medeiros, que mora exatamente em cima da pedra que há anos está prestes a deslizar, lutou incansavelmente para que as autoridades e os próprios moradores abrissem os olhos para o problema que foi se agravando a cada dia, principalmente em épocas de chuva. Com a obra finalmente sendo realizada, o morador se sente aliviado. “Agora eu vou conseguir dormir, porque todo verão era um sofrimento muito grande. E antes da minha casa, também tinham casas lá embaixo, isso me preocupava muito. Me sinto aliviado, sensação de dever cumprido. Me sinto mais tranquilo em saber que os vizinhos não vão perder suas vidas e seus patrimônios. Lutei muito por isso.”

O risco de deslizamento fez com que as Secretarias de Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano Social e Obras, Assistência Social e Defesa Civil, se reunissem com os moradores e inteditassem 15 casas no dia 20 de fevereiro. Na ocasião, a Secretaria de Assistência Social, informou que os proprietários dessas residências, passariam a receber 700 reais de aluguel social durante 12 meses, podendo se estender caso os órgãos não liberassem as moradias no tempo esperado.

Após acompanhar o início das obras no local, entramos em contato com a Prefeitura para saber mais detalhes e em nota, eles afirmaram que: “A obra de contenção no Parque Maria Teresa será feita com recursos próprios, a partir de material já previamente licitado, que estava em estoque na secretaria de obras. Como não será utilizado todo o material na execução da obra, está sendo calculado o valor do investimento com base na parcela de material que será utilizada. A previsão é que a contenção da encosta seja feita em aproximadamente 40 dias, podendo variar de acordo com as condições climáticas, uma vez que a ocorrência de chuvas pode inviabilizar a realização. Após a conclusão da obra, será feita uma nova avaliação do local por técnicos da Defesa Civil e da Secretaria de Obras para então liberar o retorno dos moradores.”

Maiara Gastin

Maiara faz parte da equipe de jornalismo da TV Zoom. Escreve sobre os mais variados temas para o site tvzoom.com.br.

Deixe uma resposta