Alunos de universidades federais de Nova Friburgo protestam contra o corte de verba

Na tarde de quarta-feira, 08, alunos da UFF e do Cefet se reuniram no pátio da Universidade Federal Fluminense para se manifestar contra o corte de 30% no repasse de verbas para as universidades federais.

A UFF já vinha sofrendo alguns cortes no repasse, mas para os alunos essa porcentagem pode interferir muito nas atividades acadêmicas.

“Eu acho que esse corte de 30% vai ser diferente. Porque vai afetar as pesquisas, vai afetar as clínicas, vai afetar o atendimento aos pacientes e vai afetar o nosso dia a dia de uma forma geral.” – disse Carla Schaus, presidente do diretório acadêmico de odontologia.

Para o professor e vice-diretor da UFF, Vinicius Pascoal, é uma perda significativa para a universidade, alunos e também para a população. “Isso vai acabar dificultando a aquisição de materiais que os alunos usam no atendimento, tanto na clínica de odontologia quanto na clínica de fonoaudiologia. E nesse ano a gente tinha a intenção de colocar em funcionamento o laboratório de análises clínicas do curso de biomedicina, que ia passar a atender a população carente de Friburgo, e acho que isso vai ter que ser postergado.”

Na terça-feira, 07, os alunos do Cefet também se reuniram em assembleia, na universidade, para discutir os cortes e uma manifestação está marcada para o dia 15 deste mês.

Alunos do CEFET reunidos em assembleia

Bianca Chaboudet

Bianca faz parte da equipe de jornalismo da TV Zoom. Escreve sobre os mais variados temas para o site tvzoom.com.br.

Deixe uma resposta