Companhia de energia elétrica exemplifica novo reajuste, após autorização da Aneel

Na tarde de ontem, 17, a Energisa Nova Friburgo realizou uma reunião virtual com a imprensa friburguense, afim de esclarecer dúvidas da população e prestar contas sobre o serviço oferecido pela empresa.

Este ano, na reunião online dirigida pela empresa, o presidente Eduardo Mantovani e o diretor técnico comercial Fernando Costalonga falaram sobre obras, ações que a empresa vem realizando, investimentos em Nova Friburgo e também sobre o reajuste tarifário da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que começará a ser aplicado no dia 1º de julho, com o impacto médio de 2,39%.

O reajuste tarifário é um processo que a Aneel regula e, pela a metodologia de cálculo de tal porcentagem, o valor da tarifa de energia pode ser reajustado a cada ano pela empresa, e a cada cinco anos, no processo de Revisão Tarifária Periódica. O principal responsável pelo efeito médio de 2,39% foi o Transporte.

A parcela distribuidora teve impacto de apenas 0,67%, considerado abaixo da inflação do período.

Os representantes da Energisa falaram também sobre o investimento de R$15,1 milhões na área de concessão da Energisa Nova Friburgo, com o qual realizaram diversas ações, como: obras de segurança, visando à redução de riscos à população; melhorias e substituição de equipamentos das subestações; melhorias das linhas de distribuição de alta tensão, entre outras.

Outro ponto levantado foi sobre o movimento Energia do Bem, que propiciou a doação de 280 máscaras faciais N95 e de 50 protetores faciais para o Hospital Raul Sertã. Artistas locais também tiveram um espaço especial nesse movimento com o Festival ‘Fique em Cena’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *