Covid-19: Prefeito se pronuncia sobre a lotação de leitos e cobra cuidados da população

Na noite de ontem, 29, o Prefeito Johnny Maycon (Republicanos), usou suas redes sociais para se pronunciar sobre o sistema de lockdown e suas medidas, hospitais com leitos saturados e levou outros assuntos como pauta para chamar a atenção da população friburguense quanto aos cuidados contra a Covid-19.

Logo no início do vídeo, Johnny Maycon expõe dados preocupantes quanto à fila de espera de pacientes por um leito de CTI no estado do Rio, que ultrapassa 700 pessoas. Ele comenta sobre os óbitos registrados no último fim de semana em Nova Friburgo, que foram de 9 vítimas e faz um apelo à população jovem, já que, para esta nova onda da pandemia, está sendo o público mais afetado.

“A gente tem visto aí no Brasil inteiro o quanto de jovens estão sendo infectados, muitos deles estão hospitalizados, o seu quadro de saúde está agravado e lamentavelmente, alguns vindo a óbito. A gente precisa muito da colaboração de cada um de vocês.” – disse o prefeito.

No prosseguimento do vídeo, o Chefe do Executivo friburguense esclarece que os leitos de CTI não estão sendo mais ocupados por moradores de outras cidades, e sim, estão se dando somente por friburguenses. Falando sobre a saúde do RJ, ele diz que o sistema está entrando em colapso e comenta sobre as medidas tomadas para conter o avanço da pandemia em Friburgo:

“Infelizmente, a saúde do Estado do Rio de Janeiro e toda a sua rede estão entrando em colapso, e é por isso que nesta semana, tomamos medidas mais restritivas. Sabemos o quanto existe resistência por parte de alguns, mas nós precisamos zelar e preservar aquilo que a gente tem de mais precioso, que é a vida!” – exclama Johnny Maycon.

Respondendo aos altos índices de casos e mortes pelo coronavírus no Município, o prefeito pelo partido Republicanos, expõe a verdade sobre o respeito e os cuidados e comenta sobre manifestações contrárias ao lockdown e fala sobre a economia:

“…Se a população estivesse colaborando e fazendo sua parte, a gente não estaria nesse estágio, […] é muito ruim, é desconfortável, é desagradável para todos nós, principalmente na posição que a gente ocupa. É óbvio que seria muito melhor que a gente tivesse todo comércio, indústria funcionando a pleno vapor, né? Mas não só para os trabalhadores, empresários, mas para a própria prefeitura. Isso daria uma ajuda na sua arrecadação própria.” afirma.

Manifestação pelo trabalho e liberdade

Ainda na noite de ontem, manifestantes se reuniram em frente a prefeitura com palavras de ordem contra as medidas restritivas. O protesto não contava com muitas pessoas, mas elas resistem contra o lockdown imposto pra essa semana. Há informações de que essa manifestação se estenderia para o restante desta semana, contudo, não tivemos uma confirmação oficial.

O que dizem os citados

Sobre os leitos, nós solicitamos mais informações à Prefeitura de Nova Friburgo, que, em nota, nos respondeu que a cidade não conta com nenhuma fila de espera para internação e que, se caso acontecer e o limite for ultrapassado, os pacientes serão encaminhados para a fila de espera do estado, que conta com mais de 700 pessoas. Quanto a manifestação, o governo municipal disse que toda e qualquer forma de manifestação é válida! Contudo, afirmam que é necessário lembrar da fila de espera para um leito de CTI nos hospitais de todo o estado e, que acima de tudo, está a vida! Já a Secretaria de Estado de Saúde nos respondeu que, desde a semana passada, em articulação com o Ministério da Saúde (MS), abriu 397 leitos para tratamento de pacientes com Covid-19, mas ainda nenhum para Nova Friburgo. Quanto a manifestação, tentamos contato com a Polícia Militar para um balanço, já que eles estavam acompanhando os manifestantes, porém, também não obtivemos retorno.

Por Luiz Marcelo Iezzi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *