Duplo feminicídio: acusado vai à júri popular no primeiro trimestre de 2022

A 1° Vara Criminal de Nova Friburgo divulgou o dia do julgamento de Rodrigo Marotti. O homem é acusado de duplo feminicídio na cidade em outubro de 2019.

O crime aconteceu no Stucky, após Rodrigo trancar sua esposa, Alessandra Vaz, e a amiga dela, Daniela Mousinho, e atear fogo na residência. Daniela, de 47 anos, morreu dois dias depois do crime. Alessandra teve 80% do corpo queimados, chegou a ser internada em estado grave, mas também não resistiu

E agora, a Justiça definiu que o acusado será julgado por júri popular no dia 8 de fevereiro, às 10h30 da manhã. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.