Estácio Friburgo inaugura curso inédito de Medicina Veterinária na cidade

Na noite de ontem, 22, a Universidade Estácio de Sá inaugurou no polo friburguense o curso de Medicina Veterinária. A carga horária ultrapassa quatro mil horas, distribuídas em 10 períodos. O modelo é semipresencial, porém mais da metade das matérias serão no formato presencial, proporcionando ao aluno diversas aulas práticas nos laboratórios.

A profissão é conhecida pelo favoritismo na escolha das crianças, mas diversos adultos prosseguem com esse sonho. No primeiro dia de aula a universidade já conta com 67 alunos, mas a expectativa é de que isso aumente com cerca de um mês de matrículas abertas pela frente.

O médico veterinário pode atuar em campos como assistência clínica e cirúrgica a diferentes tipos de animais, desde os domésticos aos silvestres, ajudando na manutenção do bem-estar e da qualidade de vida, além de diversas outras possibilidades. De acordo com Renata Weis, gestora Nacional da área de Gestão da Estácio, o mercado pet gera um faturamento de mais de R$ 30 bilhões ao ano para o setor.

Para ingressar no curso existem diversas possibilidades como vestibular agendado, reabertura de matrícula, Enem e segunda graduação. Os alunos serão acompanhados por uma Comissão de Ética no Uso de Animais para garantir toda infraestrutura necessária ao aprendizado para a prática profissional e proporcionar o bem-estar dos animais.

“A chegada deste curso é uma grande vitória para a nossa região, pois os interessados em cursar essa graduação precisavam ir para a cidade vizinha, tendo um gasto muito alto. Pois além do valor da faculdade, ainda tinham que arcar com o transporte, alimentação e em alguns casos até estadia”, destaca o diretor da Estácio Nova Friburgo, Adilson Samora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.