Liminar que suspendia flexibilização em Nova Friburgo é impedida pela Justiça

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) derrubou a liminar que impedia a retomada econômica em Nova Friburgo. No dia 1º de junho, a Prefeitura de Nova Friburgo recebeu uma Tutela de Emergência para suspender imediatamente os efeitos do Decreto Municipal 591/2020, que diz respeito à flexibilização das indústrias da cidade.

Essa decisão liminar da Defensoria Pública valeria até quando as taxas de ocupação de leitos de UTI na rede pública de saúde para os pacientes do novo coronavírus atingisse o nível inferior a 70%. Na data, a prefeitura recorreu imediatamente à essa tutela, para que o decreto de flexibilização nas indústrias e comércios friburguenses voltasse a valer. Ontem, 24, à noite, Renato Bravo publicou nas redes sociais, que o pedido de suspensão da liminar havia sido deferido.

O Sindicato do Vestuário (Sindvest) também se pronunciou nas redes sociais, comemorando a retomada das atividades.

Na última segunda feira, 22, aconteceu um ato público em Nova Friburgo, em que empresários e funcionários do ramo têxtil se reuniram na Praça Demerval Barbosa Moreira em prol de questionarem e cobrarem posicionamento das autoridades sobre o que vinha acontecendo com a não flexibilização do comércio.

O prefeito Renato Bravo garantiu um novo pronunciamento sobre o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *