Artista denuncia censura durante exposição do Dia Internacional da Mulher em Nova Friburgo

Elis Pinto (foto) foi uma das artistas convidadas para expor no evento “Vozes femininas” promovido pela Prefeitura de Nova Friburgo em celebração ao Dia Internacional da Mulher. Ao chegar na exposição, ela começou a exibir suas obras, porém, menos de uma hora depois foi notificada de que deveria retirar as pinturas que tratavam do feminino e da ancestralidade. Só que, segundo a artista, houve uma censura por parte do município.

As obras reproduziam o nu feminino, numa alusão de que toda a humanidade foi originada do corpo de uma mulher, é o que explica a artista. Diante da situação, a artista ficou visivelmente abatida e chamou a atenção para um episódio que retrata, mais uma vez, a desigualdade de gênero, um dos temas mais abordados nos últimos tempos, e principalmente, hoje, no dia dedicado mundialmente às mulheres. Ela ainda lamentou o ocorrido e reforçou que ainda hoje não enxerga uma posição de igualdade entre os gêneros.

Em contato com a prefeitura, questionamos se a ordem de retirar as pinturas partiu do município e qual o posicionamento sobre o assunto, mas ainda não tivemos resposta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.