Caixa divulga calendário de saque do FGTS

Trabalhadores com contas ativas e inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço poderão fazer saques de até R$500,00. Para correntistas da Caixa Econômica Federal, o pagamento começa a partir do dia 13 de setembro. Não correntistas, a partir do dia 18 de outubro. Os saques ficarão disponíveis até o dia 31 de março de 2020.

O calendário foi divulgado pela Caixa nesta segunda-feira, 5. A liberação dos saques deve abranger 96 milhões de trabalhadores. Confira o calendário:

Correntistas

Quem tiver conta poupança na Caixa, o depósito será feito automaticamente. Os correntistas que não desejarem sacar os valores deverão informar ao banco.

Mês de nascimento Recebem a partir de
Janeiro, fevereiro, março e abril 13/09/2019
Maio, junho, julho e agosto 27/09/2019
Setembro, outubro, novembro e dezembro 09/10/2019


Não correntistas

O trabalhador que não possuir conta poupança na caixa e já tiver o Cartão e senha do Cidadão, o saque pode ser feito nos terminais de autoatendimento. Os saques de até R$ 100 poderão ser realizados em casas lotéricas, com um documento de identidade original com foto e número do CPF.
 

Mês de nascimento Data de início
Janeiro 18/10/2019
Fevereiro 25/10/2019
Março 08/11/2019
Abril 22/11/2019
Maio 06/12/2019
Junho 18/12/2019
Julho 10/01/2020
Agosto 17/01/2020
Setembro 24/01/2020
Outubro 07/02/2020
Novembro 14/02/2020
Dezembro 06/03/2020


O trabalhador pode consultar o saldo em qualquer agência ou no site da Caixa e no endereço da web do FGTS. O serviço está disponível também em aplicativo, por meio dos smartphones e tablets. A Caixa informou em nota que não envia links e não solicita confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou Whatsapp. Os canais oficiais são as únicas fontes seguras de informação ao trabalhador.



Paula Winter

Paula é jornalista, apresentadora e chefe de reportagem do ZoomTV Jornal. Formada pela Universidade Estácio de Sá, trabalha há 6 anos na área. Já produziu o Programa Atual, exibido pelo SBT para 50 cidades do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta