Nova Friburgo paralisa aplicação da vacina Oxford/AstraZeneca em gestantes

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou na noite de ontem, 10, uma orientação para suspender a aplicação da vacina de Oxford/AstraZeneca em gestantes de todo o país. Segundo a agência, a suspensão se deve ao monitoramento de possíveis efeitos colaterais graves em mulheres grávidas.

Acompanhando a orientação da Anvisa, a prefeitura de Nova Friburgo anunciou na manhã de hoje que suspendeu a imunização deste grupo. Em nota, a prefeitura reforçou que a recomendação é apenas para que as gestantes não recebam essa vacina e que a campanha de imunização deve seguir normalmente com os outros públicos-alvo.

Ainda segundo o governo municipal, até o momento não houve nenhum relato de evento adverso na cidade, e que as grávidas que foram imunizadas antes da recomendação da Anvisa devem ficar atentas aos possíveis efeitos da vacina.

A suspensão deve seguir até que as investigações de efeitos colaterais graves sejam encerradas pelo ministério da saúde.  

Vale ressaltar que reações à vacinas em geral, como: febre, dor no corpo e indisposição  são normais. O que é investigado pelo ministério da saúde são os efeitos graves, como: formação de coágulos e trombose causados em algumas gestantes pelo país.

Por Juan Victor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *